Escritório de vidro!

Escritório com muito vidro!

Uma imobiliária na Cinha levou o vidro ao extremo em sua arquitetura… Esse escritório de vidro que tem paredes de espelho, divisórias em vidro de proteção e piso e teto em vidro incolor está no coração de Shangai e foi concebido pela AIM Architecture.

Escritório de vidro

Esse escritório na minha opinião é uma obra de arte, o projeto leva vidro em todos os ambientes de uma maneira bem clean e o resultado ficou lindo.

Escritório de vidro impactante…

Com ares futurista o hall de entrada do escritório merece destaque, ele é todo revestido em vidro extra clear pintado de branco com iluminação de LED embutida entre as peças, até as portas dos elevadores foram revestidas. O brilho e o acabamento do vidro são únicos e o aspecto final é impecável!

Escritório de vidro

Adorei essa solução porque ela mostra a versatilidade do vidro, ele não precisa ser aplicado somente em tampos e painéis, você pode ter uma parede toda ou até um ambiente inteiro com ele!

Escritório de vidro

E as vantagens são o brilho, a facilidade na limpeza (existe vidro antibacteriano que pode ser aplicado em consultórios, clínicas e hospitais!) e a infinidade de cores em que o vidro pode ser pintado.

Escritório de vidro

Se quiser ter uma idéia das possibilidades de cores, dá uma olhada nesse catálogo da Sayerlack.

Escritório de vidro transparente…

Os arquitetos foram muito feliz na escolha dos vidros. Além dos espelhos que revestem as paredes cegas do ambiente, o vidro incolor trouxe sensação de amplitude por ter sido aplicado no piso e no forro em todo o escritório.

Escritório de vidro

O vidro do forro e do piso são incolor, temperado e laminado o que une a estética e a segurança ao projeto conforme a norma! 😉 Não sabe as normas?? Clica aqui que eu resumi!

Escritório de vidro

Escritório de vidro refletindo…

Achei incrível essa solução para a sala de reuniões, o vidro é fixado no forro da sala deixando o vão livre do piso até 50cm de altura. O efeito é lindo, e o vidro é refletivo na cor champanhe (o aspecto mais transparente é devido à iluminação interna da sala) e temperado com 10mm de espessura.

Para acentuar o aspecto de leveza, a fixação do vidro cria um espaçamento entre o final do vidro e a laje, mantendo a linguagem de espaçamento entre piso e a divisória de vidro.

Escritório de vidro

O vidro tem um guarda corpo fixado nele para evitar que as pessoas trombem com o vidro já que não há sinalização, por questão estética.

Gosto de mostrar projetos que utilizam o vidro de proteção solar (refletivo) de maneira diferente, o aspecto do vidro traz uma diversidade de opções de uso como divisórias, tampos de mesa, painéis para esconder a Tv, entre outras muitas soluções…

Escritório de vidro

Escritório de vidro extra clear…

Já a sala que abriga uma maquete, o vidro é extra clear para garantir uma perfeita visualização da parte interna da divisória.
Escritório de vidro

O vidro que faz o papel de forro é fixado por spiders, também chamada de fixação tipo aranha. Para esse tipo de aplicação o vidro precisa ser laminado, para evitar que cacos se desprendam em caso de eventual quebra, e temperado por causa das furacões – vidros que têm furação são mais sucetíveis a quebra se não temperados.
Escritório de vidro

Gostou desse projeto? Eu também!!

Se quiser ver mais projetos inspiração é só dar uma olhadinha nos tópicos á direita e escolher. 😉

 

Fachada do Van Gogh Museum – Amsterdã

O Museu Van Gogh em Amsterdã, um dos mais visitados na Holanda, recentemente inaugurou a nova entrada do seu popular anexo.

Geralmente quando pensamos em adição de volume à edifícios antigos, vemos um desafio em unir duas etapas sem descaracterizar a arquitetura existente. Mas o volume em vidro é uma solução que completa muitas obras com maestria, como nesse projeto que comparando o antes e depois, ficou muito mais interessante.

Fachada do Van Gogh Museum

Nesse corte esquemático abaixo, podemos ver que os dois edifícios são ligados pelo subsolo e era o único acesso ao anexo. Com a alteração, agora é possível acessar o anexo pelo piso térreo e todo o espaço agora ficou protegido da chuva e do frio.Fachada do Van Gogh MuseumAbaixo podemos comparar uma foto de antes da ampliação, onde não havia acesso por esse piso e uma foto da ampliação terminada, onde agora há uma porta e uma escada de acesso ao piso inferior.

Fachada do Van Gogh MuseumFachada do Van Gogh Museum

(Foto da direita de Ronald Tilleman)

O edifício é de 1999 e a ampliação acaba de ficar pronta (Setembro 2015), ela foi necessária porque o museu recebe cada vez mais pessoas, e era preciso criar um outro acesso ao anexo, além de proteger o acesso existente das intempéries já que em Amsterdã há épocas de frio intenso.

Fachada do Van Gogh MuseumFachada do Van Gogh Museum

(Foto da direita de Ronald Tilleman)

Para a ampliação foi concebida uma redoma em vidro, que acompanha o design do edifício existente. A redoma tem estrutura metálica e a fixação dos vidro é do tipo pele de vidro com estrutura de apoio também em vidro.

Fachada do Van Gogh Museum

(Foto de Ronald Tilleman)

Na foto acima e abaixo dá pra ver bem a estrutura em vidro que apoia a estrutura metálica. O vidro, apesar de parecer um vidro incolor comum, é um vidro Low-e (baixo emissivo) e insulado (duplo).

Esse tipo de solução oferece alta transmissão luminosa – muita luz natural -, baixa reflexão externa – vidro sem efeito espelhado, semelhantes ao vidro incolor sem proteção – e baixos coeficientes de transmissão térmica – pouquíssima troca de calor entre os ambientes.

Para o clima do projeto esse é o vidro ideal, já que permite a passagem de muita luz natural, e reduzindo significativamente a troca de temperatura externas e internas do edifício.

A Holanda tem uma posição geográfica de menor incidência de luz solar do que o Brasil, por exemplo, e por isso consegue utilizar vidros não refletivos sem ofuscar (excesso de luz) a parte interna da obra.

E por ter grandes diferenças de temperaturas entre a parte externa e a parte interna no inverno, o vidro Low-e insulado garante que a perda do calor interno seja muito pequena, economizando energia com calefação. No verão as diferenças de temperatura são menores, mas o vidro também garante que não haja troca entre os ambientes.

Fachada do Van Gogh Museum

(Foto de Ronald Tilleman)

A escolha do vidro permitiu seguir o design do edifício existente sem descaracterizar a arquitetura, já que é possível ver a fachada antiga através do vidro.

Fachada do Van Gogh Museum

A cobertura de vidro é abaulada, para dar espaço ao volume que sai do prédio existente. Abaixo fotos da vista externa e da vista interna da forma que o vidro faz em relação ao edifício.

Fachada do Van Gogh Museum

Fachada do Van Gogh Museum

A escada que permite esse novo acesso também chama atenção por ter a mesma linguagem da cobertura com estrutura metálica mas piso e guarda corpo em vidro.

Fachada do Van Gogh Museum

(Foto de Luuk Kramer)

Repare na leveza que ela transmite, principalmente se comparada com as escadas rolantes ao lado. O guarda corpo é fixado com botões (prolongadores) e o vidro é extra clear termo endurecido – lá eles utilizam uma técnica similar à tempera que usamos no Brasil, porém a técnica deixa o vidro 2 vezes mais resistente enquanto a tempera deixa 5 vezes mais resistente à quebras e troca de temperatura.

O piso da escada recebe duas laminações, as duas primeiras chapas de vidro são incolor comuns e a chapa do topo é de vidro extra clear, acidato  e termo endurecido. Isso garante que o vidro resista ao peso de várias pessoas circulando pela escada.

Fachada do Van Gogh MuseumFachada do Van Gogh MuseumFachada do Van Gogh Museum

(Fotos de Luuk Kramer e Ronald Tilleman)

O museu e a relação dele com a ampliação do anexo:

Fachada do Van Gogh Museum

(Foto de Ronald Tilleman)

Casa de vidro

Hoje vim falar sobre uma casa de vidro que me chamou muito a atenção pela beleza e integração do interior e exterior com muito uso do vidro!

Gosto de mostrar projetos inteiros que ilustram o uso do vidro com maestria, isso mostra como o vidro não é apenas o coadjuvante do conjunto mas como ele possibilita infinitas interações e usos.

Fachada:

casa de vidro

 Esse é a residência MT, que fica em Monterrey no Mexico, foi feita pelo escritório GLR Arquitectura e evidencia o uso do vidro em suas fachadas, garantindo muita iluminação natural e integração dos cômodos com a linda vista.

Casa de vidro

Na sala de estar o fechamento em vidro laminado tem estrutura de apoio também em vidro, o que garante total transparência e leveza ao projeto, usando a vista como foco principal do ambiente.

casa de vidro

Os perfis de fixação superior e inferior estão embutidos no gesso e no piso respectivamente, o que traz maior leveza ao conjunto e fica visualmente mais interessante.

As escadas externas e área íntima descoberta tem guarda corpo em vidro laminado incolor, utilizando a mesma linguagem e garantindo a visibilidade total do ambiente em volta.

casa de vidro

Área externa:

casa de vidro

A varanda é coberta e mantém a linguagem utilizada na sala de estar, com um guarda corpo em vidro laminado incolor com perfis embutidos na laje.

casa de vidro

Na imagem acima é possível ver a relação entre a parede de vidro e o guarda corpo em vidro e como eles permitem uma vista de 180 graus da paisagem.

casa de vidro

A área da piscina também aproveita a paisagem sem barreiras visuais, e dá continuidade ao uso do guarda corpo em vidro laminado com perfis embutidos.

casa de vidro

Na churrasqueira o vidro continua presente, mas para garantir uma maior privacidade, um jardim foi plantado em frente ao vidro.

Área interna:

O espelho se faz presente na decoração, ajudando a difundir a iluminação natural, ampliando ainda mais o ambiente e de quebra reproduzindo a paisagem que está bem em frente.

Casa de vidro

Essa estante com fundo em espelho uniu funcionalidade e estética, é possível ter o efeito de um painel de espelho em estantes apenas revestindo o fundo dos nichos.

A sala de jantar também fez uso de um painel em espelho, ampliando o ambiente e difundindo a iluminação artificial.

Casa de vidro

A mesa tem um tampo em vidro fumê de 15mm, o que a deixa com um aspecto bem escuro e menos translúcido, um charme né?

casa de vidro

O banheiro também seguiu a arquitetura minimalista e conta com um box de piso ao teto com ferragens leves e discretas.

Nova fachada de vidro transforma casa de 40 anos!

O poder de uma fachada de vidro refletivo.

Fachada de vidro transforma casa de 40 anos de idade! A Craft Arquitectos solucionou a reforma de uma casa em Naucalpan, no México, com uma fachada dupla em vidro de proteção solar, mantendo a arquitetura original e ao mesmo tempo criando varandas protegidas dos olhares de fora do projeto.

Fachada de vidro transforma casa

Como a idéia era manter a arquitetura original da residência e fazer algumas mudanças para acomodar os novos moradores, o escritório optou por criar uma segunda fachada à frente da fachada original. Abaixo é possível ver a relação entre as duas fachadas.

Fachada de vidro transforma casa

Ao mesmo tempo a nova fachada precisava trazer mais privacidade aos moradores e fazer uma transição entre o privado e o público, já que nessa fachada há varandas que ficam de frente para uma avenida bastante movimentada e o vidro incolor foi utilizado amplamente na fachada original.

Fachada de vidro transforma casa

Abaixo uma ilustração de como a casa foi envelopada por outra fachada mas somente nas elevações que ficam de frente para a via já que fazem parte da fachada sul que recebe excesso de calor vindo do sol durante o verão, a parte posterior da fachada permaneceu da forma que sempre foi.

Fachada de vidro transforma casa

 

As vantagens de ter uma fachada em vidro refletivo vão além da privacidade já que esse tipo de vidro sempre traz em si a proteção solar e a redução da luminosidade, reduzindo significativamente o calor que vem de fora do edifício e o ofuscamento causado pela luz do sol (possibilitando não utilizar cortinas nas janelas). A foto abaixo mostra perfeitamente o quão agradável um ambiente fica sem o ofuscamento do sol, já que podemos ver a diferença entre o sol que passa pelo vidro e o que passa pelos vãos da fachada.

Fachada de vidro transforma casa Fachada de vidro transforma casa

A nova fachada de vidro foi contemplada com aberturas que permitem a circulação natural do vento sem comprometer a ventilação no interior do projeto, o vidro de proteção escolhido para essa fachada é um vidro laminado na cor bronze, a pele de vidro é fixada por uma estrutura metálica na cor chumbo.

Fachada de vidro transforma casa Fachada de vidro transforma casa

Fachada de vidro transforma casa Fachada de vidro transforma casa

No interior do projeto o vidro foi utilizado para contrabalancear com as novas vigas metálicas que as escadas e nova passarela receberam, elas dão acesso à cobertura que o projeto ganhou.

As escadas e rampa têm guarda corpo em vidro incolor laminado de 12mm, totalmente embutido no sistema e sem corrimão, dando leveza e trazendo modernidade ao interior da residência.

Fachada de vidro transforma casa Fachada de vidro transforma casa

O efeito final dessa residência é uma óbvia revitalização do espaço mantendo as características originais, mas a fachada envidraçada trouxe um ar moderno, além de ser extremamente funcional.

Fachada de vidro transforma casa

{ Vidros de proteção solar }

Vidros de proteção (ou controle) solar.

Vidros de proteção solar (também chamados de vidro de controle solar) causam muitas dúvidas e por isso vou falar sobre eles e sobre porque usá-los!

vidros de proteção solar

Para a especificação do vidro de proteção ou controle solar, é necessário que o projetista conheça suas características de desempenho e leve em consideração itens como transmissão de luz, calor, refletividade, cor do vidro, região em que se localiza a obra e finalidade da edificação. (viu porque sou especialista em vidro!)

Sem esses e outros estudos, há risco do projeto apresentar problemas como claridade desconfortável e aquecimento do ambiente interno ou até mesmo quebra de vidros devido ao stress térmico causado pela alta absorção do calor solar.

Primeiro: O que é um vidro de proteção solar?

Desenvolvido com tecnologia que garante o controle eficiente da intensidade de luz e do calor transmitidos para os ambientes internos, através das fachadas e coberturas, o vidro de proteção solar é um vidro comum incolor ou colorido que durante a sua fabricação, tem adição de óxidos ou sais, metálicos ou não. São essas substâncias que conferem ao produto as características de refletividade parcial. Elas se prendem como uma tatuagem no vidro e não se desprende ou desbota com o tempo (como a película). vidros de proteção solar

Porque eu devo utilizar vidro de proteção solar no no meu projeto?

O vidro de proteção solar traz várias vantagens que o vidro incolor não traz. Uma delas, como o nome já diz é a redução do calor que entra no ambiente através das portas, janelas, coberturas… Os vidros de proteção solar impedem que entre 30% e 80% do calor que atinge o vidro entre no ambiente! vidros de proteção solar Ai você me pergunta: isso é verdade? E eu te digo: É!

A tecnologia empregada atualmente nos vidros nos permite sim barrar até 80% do calor que incide no vidro!

Outra vantagem é que esses vidros diminuem a luminosidade que vem de fora, e isso é uma coisa boa sim! Vivemos em um país com alto índice de luminosidade e por isso o que geralmente fazemos é: fechar a cortina e acender a luz. Com o vidro de proteção solar você tem uma luminosidade confortável invadindo o ambiente e evita o gasto de luz artificial durante o dia. Claro que temos incidências diferentes nesse nosso Brasilzão, e devemos bloquear mais luz natural da região Norte do que da região Sul.

Como se duas não fossem o suficiente ainda há mais uma vantagem: a privacidade que o vidro refletivo proporciona. Muita gente me diz: Mas a noite com a luz de casa acesa, o vidro perde a privacidade. Bom, se fosse o vidro incolor você teria esse “problema” o dia todo, né? E há um pequeno truque para diminuir isso, utilizar iluminação direcionada para o vidro do lado de fora da casa. O esquema abaixo mostra como o vidro se comporta em relação à luz: vidros de proteção solar

E como funciona esse vidro tão tecnológico?

Pra explicar como o vidro de proteção solar funciona você precisa ver essa imagem abaixo. Ela representa um vidro de proteção solar laminado. (Falei de vidros laminados aqui)vidros de proteção solar Parece um pouco confuso, então vamos à explicação: O sol, lá de longe irradia seu calor e sua luz aqui na terra. O vidro que está nas fachadas dos edifícios e casas absorve um tanto desse calor (absorção), deixa entrar um tanto de calor no ambiente interno (transmissão) e reflete um outro tanto desse calor para fora (reflexão).

O calor que o vidro absorve esquenta o vidro em si, e esse calor do vidro também é transmitido para dentro e para fora do ambiente. Quanto mais esse vidro absorve e reflete para fora o calor menos calor entra no edifício, e por isso quanto mais refletivo (espelhado) é o vidro menos calor entra na obra.

A soma do que passa direto pelo vidro e do que é retransmitido do vidro para dentro do ambiente é chamada de Fator Solar (FS), quando especifico vidros para obras levo em consideração primeiro esse número, quanto menor o número menor a quantidade de calor a passar para dentro do ambiente.

Ex: O vidro de proteção solar da Cebrace 120 ST (4mm monolítico* – refletivo prata) tem o FS de 29, quer dizer que ele barra 71% do calor que entraria no ambiente. Já o vidro de proteção solar da Guardian Neutral 14 (4mm monolítico* – refletivo prata) tem o FS de 23, quer dizer que ele impede que 77% do calor entre no ambiente interno.

 vidros de proteção solar vidros de proteção solar

Tipos de vidro de proteção solar:

Atualmente os vidros de proteção solar oferecidos no mercado têm diversos aspectos e níveis de proteção solar.

Quando vou fazer especificações eu procuro entender primeiro que cor o arquiteto ou proprietário quer, as cores disponíveis são: verde, prata, azul e bronze (não é possível encomendar uma cor específica, temos que trabalhar as opções dentro dessas quatro cores).

vidros de proteção solar vidros de proteção solar

A segunda etapa é saber a insolação que aquela obra recebe em cada uma das fachadas para saber que tipo de proteção solar será necessária, e também se contará com ar condicionado. O quanto do calor que se deve bloquear pode variar de acordo com a orientação da fachada, a estação do ano, o local em que se encontra a edificação e o uso. Mas a variação é pequena. E, considerando um país tropical, sempre é preciso diminuir razoavelmente a quantidade de calor que penetra no prédio.

A terceira etapa é saber se o proprietário prefere vidros mais refletivos ou menos refletivos (espelhados) e saber qual será a ocupação do ambiente, pois o nível confortável de iluminação natural é diferente para cada tipo de uso. Ex: Um quarto de hospital exige uma luminosidade natural mais baixa do que uma cozinha na nossa casa.

vidros de proteção solar

Uma possibilidade que agrada a muitos arquitetos é utilizar um vidro de proteção solar com baixa reflexão, que tem aspecto de vidro comum mas que proporciona proteção solar.

Sempre gosto de esclarecer, a reflexão e a proteção solar andam juntas. Os vidros com baixa reflexão tem proteção solar menor. Tanto a Guardian quanto a Cebrace têm uma linha específica de vidros com baixa reflexão (se assemelham muito a um vidro comum), mas que ainda tem uma proteção muito maior do que um vidro sem proteção solar.

Ex: Vidro de proteção solar de baixa reflexão Cebrace Habitat Neutro Verde (4mm monolítico*)  tem FS de 46, ou seja barra 54% do calor. A Guardian tem o LB 52 (4mm monolítico*) tem FS de 58, ou seja diminui em 48%.

Vidros de proteção solar
                                                Habitat Neutro Incolor – Cebrace (Barra 30% do calor)

Uma dúvida comum é se o vidro de proteção solar altera a cor dos objetos que estão dentro do ambiente como sofás, cortinas e etc… Apesar de colorido por fora o vidro não altera a cor interna (a não ser que ele seja laminado com um intercalante colorido). As fotos abaixo, mostram a parte externa e a parte interna da obra.

                             vidros de proteção solar vidros de proteção solar

O exemplo abaixo é de um vidro refletivo verde:

vidros de proteção solar

Também é possível utilizar os vidros de proteção solar na decoração!

vidros de proteção solar
Bom em vidro refletivo prata (temperado)
vidros de proteção solar
Vidro refletivo bronze nos armários da cozinha!
Vidros de proteção solar
Armário do closet com vidros refletivos champanhe

*Monolítico: Quando o vidro é único, não há laminação. Apenas uma peça de vidro.