Vidro laminado com SentryGlas ®

Por muitos anos, os intercalantes produzidos à partir do polivinil butiral (PVB) e do etileno-vinil-acetato (EVA) têm sido o material de segurança padrão usado pela indústria na produção de vidro laminado. Quem trabalha com vidro entende bem as possibilidades e limitações desse tipo vidro quando empregados em fachadas, coberturas, guarda-corpos e esquadrias. O intercalante SentryGlas, por outro lado, possibilita uma abordagem completamente nova e de maior resistência, pois é 100 vezes mais rígido e cinco vezes mais resistente que o PVB.

For many years, interlayers produced from polyvinyl butyral (PVB) and ethylene vinyl acetate (EVA) have been the standard safety material used by the industry in the production of laminated glass. Everyone who works with glass understands the possibilities and limitations of this glass when used in facades, roofs, railings and window frames. The SentryGlas interlayer on the other hand, provides an entirely new approach and greater resistance, because it is 100 times harder and five times stronger than PVB.

Vidro laminado com SentryGlas

Quando usar o SentryGlas?

O SentryGlas deve ser usado quando há uma demanda por uma material mais rígido e mais forte, um exemplo de uso é em estádios esportivos onde em caso de tumulto o vidro (mesmo em caso de quebra) deve resistir à pressão que a multidão fará nele, sem sair do lugar para garantir a segurança de todos os espectadores.

A solução também pode ser utilizada em janelas, portas e clarabóias resistes à furacão e bombas, e passarelas e pontes de vidro como essa daqui que falei em um outro post.

vidro laminado com sentryglas

Sentryglas safety is used when there is a demand for an extra strong material, an example of use is in stadiums where in case of turmoil the glass must resist the pressure that the crowd will make on it without moving (even in case of breakage), to ensure the safety of all viewers.

This solution can be used in many laminated glass applications including hurricane and bomb blast resistant windows, doors and skylights and structural glass flooring, stairs, walkways and pedestrian bridges.

vidro laminado com sentryglass

Qual a diferença entre a laminação comum e com Sentryglas?

O vídeo abaixo mostra bem a diferença entre os dois tipos de laminação, como os dois tipos se comportam durante a quebra.

The video below shows the difference between the two types of lamination, and how the two types behave during breakage.

Uma observação importante é que o vidro laminado só perde a estabilidade se os dois vidros que envolvem o intercalaste quebrarem, o que é bem difícil de acontecer em condições normais, por isso o Sentryglas tem aplicação específica para situações onde a ruptura dos dois vidros pode acontecer.

An important observation to make is that regular laminated glass only loses stability if the two glasses that surround the interlayer break, it is very difficult to occur under normal conditions, so the Sentryglas has specific application for situations where the breakage of the two glasses may happen.

2016 começou com tudo!

Olá!!

Estive de férias por um mês e voltei cheia de gás para retomar o blog e 2016 já começou com tudo! Espero trazer mais novidades, mais informação e muito mais idéias para vocês esse ano!

Hoje quero falar de algo que me deixou muito feliz, a revista O Vidro Plano entrou em contato comigo ano passado dizendo que estava fazendo uma matéria sobre guarda-corpo, que havia visto minha publicação aqui no blog sobre o assunto e que gostariam que eu respondesse umas perguntas.

Eis que o resultado saiu na revista desse mês com o meu nome citado em duas partes da matéria (dancinha feliz)!

2016

A revista de 2016.

A revista é da Abravidro (Associação Brasileira de Distribuidores e Processadores de vidros planos) e por isso me sinto tão feliz, já que é referência em informação no setor vidreiro de todo o país.

Além da revista física ser distribuída em todo o país, a revista também pode ser vista online e não custa nadinha.

Fiz uma pequena aparição na reportagem Guarda-corpos: o que não falta são soluções, em que eu explico um pouquinho sobre a instalação de dois tipos de guarda-corpo já que há muitas dúvidas sobre como proceder com cada tipo de fixação.

2016

A matéria é bem informativa e explica o passo a passo sobre a instalação de guarda-corpos conforme o tipo escolhido, acho interessante inclusive para os colegas arquitetos que como eu fazem projetos executivos.

Quem quiser ver a matéria na íntegra é só clicar aqui e ir até a página 21, ou folhear a resvista para ver todas as matérias desse mês!

2016 guarda corpo

E se quiser saber mais sobre guarda-corpos, acessa aqui para ver a postagem completa que eu fiz com todos os tipos disponíveis no mercado e tipos de vidro a serem utilizados!

Que 2016 seja maravilhoso para todos nós, repleto de coisas boas!

Se gostar do que viu, compartilha! O botão está logo abaixo na esquerda! 😉

Vidro temperado e laminado?!

Quando imaginamos um vidro de segurança, logo pensamos em um temperado ou em um laminado mas o mais seguro é o vidro temperado e laminado, ou laminado DE temperado como algumas pessoas dizem.

Vidro temperado e laminado.

Já expliquei o que é vidro laminado aqui e o que é vidro temperado aqui, agora vamos falar das duas coisas juntas!!

Sim, é possível ter um vidro temperado e laminado, aliás para algumas aplicações ele é obrigatório.

vidro temperado e laminado

Um exemplo é o sistema Spider (também conhecido como Aranha). Geralmente aplicado em fachadas, coberturas e guarda-corpo esse sistema exige um vidro laminado de acordo com a NBR 7199 pelo tipo de aplicação deles (risco de acidentes) e também devem ser temperado devido aos furos que são feitos nos vidro para que recebam a estrutura Spider. Outra necessidade de temperar esses vidros é que a dimensão das peças vem crescendo cada vez mais e isso exige vidros mais resistêntes ao seu peso próprio.

vidro temperado e laminado

(Skye Bar – Hotel Unique em São Paulo – Exemplo de guarda-corpor em sistema Spider)

Os vidros com furos que não são temperados tendem a fissurar e quebrar devido á dilatação do vidro ao longo do tempo, ou quando sofrem algum esforço fora do comum (algúem apoiando por exemplo).

Esse vídeo mostra a quebra do temperado e laminado, mostra como ele é resistente e seguro.

Outro uso importante do vidro temperado e laminado é em pisos de vidro e degraus em vidro. Como são composições que irão receber cargas pontuais, elas precisam de maior resistência.

 vidro temperado e laminado vidro temperado e laminado

Estes vidros precisam ser laminados para evitar que o vão se abra em caso de quebra, o que causaria sérios acidentes e permite que o vidro continue no lugar até a sua troca.

Também é possível temperar somente a lâmina de cima, o que diminui o custo da composição sem trazer trazer ônus ao projeto (dependendo do projeto, ok?). Dessa maneira o vidro superior recebe o peso pontual e distribui para o vidro inferior melhor distribuído, o que garante o bom desempenho de degraus e pisos de vidro.

Visores de piscina não tem obrigatoriedade de ter o vidro temperado e laminado, ele pode ser somente laminado. Porém quando utilizamos dois ou mais vidros temperados na composição podemos diminuir a espessura final desse vidro. Por exemplo:

Se eu quero um visor de piscina com 1,70m de altura por 1,0m de largura, somente laminado preciso de no mínimo 30mm de espessura para alcançar a resistência necessária. Já uma composição de temperado e laminado posso diminuir a espessura mínima para 20mm, ainda alcançando a mesma resistência necessária para aguentar a pressão da água da piscina. (OBs.: Fiz esses cálculos para uma piscina específica, não serve para qualquer piscina).

vidro temperado e laminado

Como cada projeto é um projeto e há diversas maneiras de uso do vidro, procure saber a norma de aplicação para o uso que você deseja do vidro. Eu simplifiquei a norma aqui! =)

O vidro temperado!

O que é o vidro temperado?

O vidro temperado é um vidro float comum tratado térmicamente que depois de pronto atinge um resistência 5 vezes maior do que ele tinha anteriormente, tanto na resistência mecânica como na resistência térmica.

o vidro temperado

Quais as vantagens do uso dele? Além de ser um vidro mais resistente, o vidro temperado quando quebra se parte em pedaços pequenos e menos cortantes que um vidro comum. Isso evita que ferimentos com esse vidro sejam maiores e fatais.

O vidro temperado por resistir à maiores mudanças de temperatura evita a queda por stress térmico (quando a temperatura ou o choque térmico são muito grandes e quebram o vidro) – por isso utilizamos o vidro temperado em box.

E como é feito esse tal vidro?

Primeiro o vidro comum é aquecido rapidamente até os 600°C dentro do forno de têmpera, e logo em seguida é resfriado rapidamente. Esse processo altera as moléculas do vidro tornando-o mais “duro”.

(Este vídeo mostra como é o processo de fabricação do vidro temperado)

E quando é que devo usar o vidro temperado?

De acordo com a NBR 7199 – norma que define os parâmetros de usos de vidros em edificações – o vidro temperado DEVE ser utilizado em:

 – Vidros com furações e/ou recortes

o vidro temperado

Vidros com furações são aqueles que recebem puxador, fechadura, mola, dobradiça, estrutura tipo spider, que precisam de recortes ou tudo junto.

– Vidros autoportantes

o vidro temperado

São vidros grandes que não tem estrutura de apoio, ou seja eles se apoiam neles mesmos. Então eles tem que ser mais fortes para aguentar seu próprio peso.

– Tampos de mesa

o vidro temperado

São vidros que precisam aguentar bastante peso em pontos específicos (pé da mesa), e por isso ele precisa ter maior resistência.

– Vidros para box

o vidro temperado

São vidros que geralmente tem furações e/ou recortes e que necessitam de maior resistência térmica por causa do choque térmico causado pela água quente e a temperatura do ambiente.

O vidro também é utilizado em portas, saunas, prateleiras, entre outros usos pelos mesmos motivos citados acima!

vidro temperao

vidro temperado

Peculiaridade!

Uma característica importante é que o vidro depois de temperado não pode receber mais cortes, furos ou recortes. Isso porque a tensão que a têmpera exerce no vidro é tão grande que ele se quebra se tentarmos fazer qualquer modificação nele.

Entretanto, o vidro temperado pode ser laminado, aumentando a segurança do vidro, porque ele fica mais resistente (5 vezes mais) e em caso de quebra ele fica preso ao intercalante da laminação.

(Este vídeo mostra um vidro laminado E temperado sendo quebrado)

Guarda-corpo em vidro!

Sempre antes de escrever sobre um assunto, eu pesquiso na internet as informações ja disponíveis sobre ele e dessa vez me espantei com o que alguns sites disponibilizam sobre guarda-corpo.

Alguns sites indicam o vidro temperado como fechamento para guarda-corpo e isso está incorreto. Guarda corpo em vidro precisa ser laminado! A NBR 7199 que fala de guarda-corpo na construçnao civil exige que o vidro seja laminado. Porque em caso de quebra, os cacos ficam presos ao intercalante e o vão não se abre, garantindo a segurança dos usuários.

Se o vidro do guarda-corpo precisar ter furos para fixação, além de laminado ele também precisa ser temperado.

Guarda corpo em vidro: Tipo Torre

O guarda-corpo tipo torre é aquele que tem uma estrutura vertical (com estrutura horizintal ou não) que vai do piso ao topo do guarda-corpo e é responsável pela sustentação do vidro. Guarda-corpo em vidro

Aqui a distância entre as torres é de 90cm, o vidro é somente laminado com espessura total de 8mm.

Abaixo um exemplo de estrutura é horizontal e vertical, onde o vidro é preso por parafusos especiais. Por causa das furações necessárias para fixar o vidro na estrutura o vidro além de laminado tem que ser temperado, o que evita que o vidro trinque com a movimentação (quando alguém se apoia nele).

Guarda-corpo em vidro

Guarda corpo em vidro: Tipo pontalete

Pontalete é o tipo de fixação que sai do piso e apoia a parte de baixo do vidro. Apesar de ser fixado em apenas uma ponta do vidro esse sistema é seguro e atende a NBR 7199.

Guarda-corpo em vidro

O pontalete pode ser alto fixando dois vidros juntos ou como os abaixo, que apoiam um vidro de cada vez:

Guarda-corpo em vidro

Guarda-corpo em vidro

Quando for utilizar esse tipo de fixação em escadas, é bom lembrar que o pontalete é fixado no patamar do degrau então é preciso saber quantos cm ele utiliza e acrescentar a área mínima para a circulação. Se não você acaba perdendo uns 7cm de circulação.

Porém quando os lances de escada tem pouca distância entre eles, o ideal é utilizar uma fixação de patamar porque qualquer fixação na lateral do patamar vai ficar muito justa ou nem vai caber.

Guarda-corpo em vidro

Guarda corpo em vidro: Tipo Botton

Bottons ou botões é o tipo de fixação feita na lateral do patamar, é uma das fixações que caiu no gosto dos arquitetos e consumidores finais por ter pouca interferência na decoração.

Também é um sistema seguro que atende à NBR 7199, apesar de parecer frágil o sistema aguenta firme, podendo até receber o corrimão se desejado.

Guarda-corpo em vidro

Há diversos tipos e tamanhos de botões, tudo depende da dimensão e espessura da peça de vidro além da aparência desejada.

Guarda-corpo em vidro

Quando for utilizar esse tipo de fixação em escadas, é preciso lembrar que ele vai na lateral do degrau (por fora), isso quer dizer que é preciso pensar que o sistema avança em torno de 5cm e ver se ele vai encontrar a laje de cima ou até mesmo o guarda-corpo de um segundo lance de escada. As imagens abaixo ilustram o encontro do vidro com a laje superior:

Guarda-corpo em vidro Guarda-corpo em vidro Guarda-corpo em vidro

Abaixo um encontro em o guarda-corpo de dois lances de escada:

Guarda-corpo em vidro

Por isso a importância de definir o tipo de guarda-corpo ainda em projeto, para que a solução seja pensada antes e as alterações sejam feitas enquanto há tempo.

O tipo botton também tem diversas versões:

Guarda-corpo em vidro

Guarda-corpo em vidro

Guarda corpo em vidro: Tipo embutido

Esse tipo de guarda-corpo é fixado em um perfil U de aço ou alumínio ou então em um rasgo feito na alvenaria. O segundo é o mais utilizado em arquiteturas minimalistas e clean.

Guarda-corpo em vidro

A fixação com perfil U pode ser feita na lateral da laje ou em cima dela dependendo da estética desejada.

Para a fixação na laje, o rasgo deve ser feito durante a construção e não depois do piso pronto. O tamanho do rasgo depende da espessura do vidro e da profundidade necessária para fixá-lo.

Guarda-corpo em vidro

Tipo Spider:

É uma fixação menos utilizada mas tem um efeito muito legal. Como o sistema ocupa mais espaço, em torno de 20cm, fica melhor em ambientes amplos.

Guarda-corpo em vidro

Guarda-corpo do hotel Unique em São Paulo, que mais parece uma parede de vidro para cortar um pouco do vento.

Quer saber mais sobre as normas de vidro para construção? Acesse esse link!