Vidro temperado e laminado?!

Quando imaginamos um vidro de segurança, logo pensamos em um temperado ou em um laminado mas o mais seguro é o vidro temperado e laminado, ou laminado DE temperado como algumas pessoas dizem.

Vidro temperado e laminado.

Já expliquei o que é vidro laminado aqui e o que é vidro temperado aqui, agora vamos falar das duas coisas juntas!!

Sim, é possível ter um vidro temperado e laminado, aliás para algumas aplicações ele é obrigatório.

vidro temperado e laminado

Um exemplo é o sistema Spider (também conhecido como Aranha). Geralmente aplicado em fachadas, coberturas e guarda-corpo esse sistema exige um vidro laminado de acordo com a NBR 7199 pelo tipo de aplicação deles (risco de acidentes) e também devem ser temperado devido aos furos que são feitos nos vidro para que recebam a estrutura Spider. Outra necessidade de temperar esses vidros é que a dimensão das peças vem crescendo cada vez mais e isso exige vidros mais resistêntes ao seu peso próprio.

vidro temperado e laminado

(Skye Bar – Hotel Unique em São Paulo – Exemplo de guarda-corpor em sistema Spider)

Os vidros com furos que não são temperados tendem a fissurar e quebrar devido á dilatação do vidro ao longo do tempo, ou quando sofrem algum esforço fora do comum (algúem apoiando por exemplo).

Esse vídeo mostra a quebra do temperado e laminado, mostra como ele é resistente e seguro.

Outro uso importante do vidro temperado e laminado é em pisos de vidro e degraus em vidro. Como são composições que irão receber cargas pontuais, elas precisam de maior resistência.

 vidro temperado e laminado vidro temperado e laminado

Estes vidros precisam ser laminados para evitar que o vão se abra em caso de quebra, o que causaria sérios acidentes e permite que o vidro continue no lugar até a sua troca.

Também é possível temperar somente a lâmina de cima, o que diminui o custo da composição sem trazer trazer ônus ao projeto (dependendo do projeto, ok?). Dessa maneira o vidro superior recebe o peso pontual e distribui para o vidro inferior melhor distribuído, o que garante o bom desempenho de degraus e pisos de vidro.

Visores de piscina não tem obrigatoriedade de ter o vidro temperado e laminado, ele pode ser somente laminado. Porém quando utilizamos dois ou mais vidros temperados na composição podemos diminuir a espessura final desse vidro. Por exemplo:

Se eu quero um visor de piscina com 1,70m de altura por 1,0m de largura, somente laminado preciso de no mínimo 30mm de espessura para alcançar a resistência necessária. Já uma composição de temperado e laminado posso diminuir a espessura mínima para 20mm, ainda alcançando a mesma resistência necessária para aguentar a pressão da água da piscina. (OBs.: Fiz esses cálculos para uma piscina específica, não serve para qualquer piscina).

vidro temperado e laminado

Como cada projeto é um projeto e há diversas maneiras de uso do vidro, procure saber a norma de aplicação para o uso que você deseja do vidro. Eu simplifiquei a norma aqui! =)

{ Pisos de vidro }

Se tem uma coisa que me traz uma excelente sensação em projetos é a iluminação natural, e pisos de vidro além de toda a sua beleza e leveza permitem que a iluminação natural se propague pelos cômodos e espaços do projeto.

Pisos de vidro:

pisos de vidro

Falei do projeto acima nesse post sobre iluminação natural zenital (do teto), mas ele é um ótimo exemplo de como o piso de vidro pode deixar a luz do ambiente superior passar para o ambiente inferior. Isso porque a Vertical Glass House (Xangai) tem uma abertura no teto, por onde a luz entra e essa luz é propagada pelos 3 andares por pisos de vidro!

O projeto abaixo é um triplex que fica na Romênia, ilustra perfeitamente a idéia da iluminação natural e de quebra é um belíssimo projeto em vidro incolor laminado com estrutura em aço inox.

O guarda-corpo da escada segue a mesma idéia de deixar a iluminação natural passar e uma mesma peça une o vão dos dois lances de escada. (Falei sobre guarda-corpo nesse post aqui)

Pisos de vidro Pisos de vidro

Segundo a norma da ABNT, a NBR 7199 todo piso de vidro DEVE ser laminado! Já que em uma eventual quebra o vão não se abre e os cacos de vidro ficam colados no intercalante, garantindo que nenhum usuário se machuque com esse vidro. (Sobre vidros laminados veja esse post!)

Pisos de vidro

Outra dica é temperar a lâmina de vidro que ficará por cima do conjunto, isso garante uma maior resistência à impactos caso alguém derrube algo pesado em cima do piso. (Sobre vidros temperado eu falei aqui)

Outros tipos de vidro:

E se você está pensando que o vidro incolor tira muito a privacidade, é possível utilizar um vidro acidato ou até mesmo um vidro impresso (apesar do nome, o vidro impresso é um vidro com desenhos em alto ou baixo relevo).

Pisos de vidro Pisos de vidro

A vantagem do vidro impresso é que você pode escolher um modelo anti-derrapante e ter ainda mais segurança na sua solução, principalmente se for perto de uma área molhada.

Especificando pisos de vidro:

Para dimensionar o piso de vidro, adota-se sempre normas internacionais já que no Brasil ainda não há normas específicas para essa aplicação e os parâmetros europeus são bastante elevados. Normalmente, a carga considerada é de pelo menos 500 kgf/m2 para essa definição são usadas as normas européias e alguns cálculos que obedecem a critérios estabelecidos pela ABNT.

living-da-academiapisos de vidro

Pisos de vidroPisos de vidro

Para facilitar o dia-a-dia, a Cebrace disponibiliza um programa online que faz o calculo da espessura do vidro conforme a dimensão da peça. Por esse link você entra na área de calculo de espessura e escolhe pisos de vidro! O programa é bem auto explicativo, basta colocar as dimensões da peça em metros e responder qual o uso e se terá peso concentrado, serão sugeridos 6 tipos de solução, se não aparecer nenhuma é porque a sua peça de vidro está muito grande e você precisa dividi-la.

sala-de-estar-com-piso-de-vidro-cobertura-triplex-em-tel-aviv-israel

O progama só calcula para pisos que têm os quatro lados apoiados, ou seja todo o perímetro do vidro tem que ter uma estrutura para se sustentar. Para vidros com dois ou três lados apoiados é necessário buscar alguém especializado para calcular.

O projeto acima mostra um piso de vidro onde as peças são apoiadas em duas extremidades (as laterais), o guarda corpo é apoiado na mesma estrutura do piso, porém os vidros não se tocam.

Já os projetos abaixo mostram peças de vidro apoiadas em seus quatro lados.

pisos de vidropisos de vidro

Pisos de vidro pisos de vidro

Pisos de vidro esportivos:

Outro piso de vidro muito legal que já comentei aqui no blog é o dessa quadra poliesportiva, o piso permite que iluminação de LED delimitem as linhas referentes a cada esporte. Os vidros utilizados nessa quadra são antiderrapantes, e a cor é definida de acordo com a base utilizada, e pode ser escolhida dentre diversas cores.

pisos de vidropisos de vidro

Por essa você não esperava não é mesmo?

Apesar de não estar em altura, o vidro também deve ser laminado, para evitar acidentes em caso de eventual quebra. Quer saber mais sobre essa quadra? Eu falei dela nesse post aqui, em vidros que iluminam o esporte.

pisos de vidro

Se quiser saber mais sobre as normas técnicas de vidro, eu fiz um resuminho fácil que você pode acessar por aqui!

[:]

Normas técnicas de vidro na arquitetura

O que é?

É um resumo das normas técnicas de vidro na arquitetura, percebendo a dificuldade de achar as normas na internet para por em prática em projetos, construções, reformas e decoração eu resolvi fazer um resumo das normas para te ajudar!

O que eu fiz foi resumir a NBR 7199, a NBR 16259 e a NBR 14488 para facilitar a aplicação correta e segura de vidros na sua obra.

normas técnicas de vidro na arquitetura

Para quem é?

Para todos os interessados em utilizar vidros em seus projetos e construções de maneira segura e dentro das normas!

Quanto custa?

Nada!! Eu realmente só quero disseminar o uso correto e seguro do vidro, afinal o vidro é seguro desde que utilizado corretamente.

E como eu consigo?

Basta acessar esse link aqui e colocar o seu e-mail que eu envio para você! Simples né?

Porque eu fiz esse material?

Porque vejo muita gente oferecendo o errado e dizendo que é certo, o especificador e o consumidor final acabam comprando a solução sem saber que ela não é segura.

Vejo muuuuuito a utilização de vidro temperado com película, onde o vidro DEVERIA ser laminado. A norma não está aí a toa… testes foram realizados para dar a segurança necessária a cada tipo de utilização.

Existem dois tipos de películas no mercado, as decorativas e as de segurança, porém a ABNT/NBR 7199 atual não prevê a utilização de películas adesivas, nem mesmo a película de segurança que é adotada em outras partes do mundo para essa finalidade.

A película de segurança pode ser aprovada em um futuro breve, já que o assunto está em discussão como item adicional à norma 7199, que passa por um processo de revisão. Mas enquanto o seu uso não é testado e regulado, a película não substitui um vidro laminado.

Normas técnicas de vidro

Aos fornecedores e instaladores de vidro…

Vocês são os responsáveis por garantir que o vidro instalado esteja dentro das normas, nossos clientes acreditem e confiam em nós e por isso é nosso dever garantir a segurança deles.

Segundo o Código de Defesa do Consumidor “é vedado ao fornecedor de produtos ou serviços, dentre outras práticas abusivas colocar, no mercado de consumo, qualquer produto ou serviço em desacordo com as normas expedidas pelos órgãos oficiais competentes ou, se normas específicas não existirem, pela Associação Brasileira de Normas Técnicas ou outra entidade credenciada pelo Conmetro”, então estejam atentos nós respondemos legalmente pela aplicação do vidro!

Alguns usam o recurso onde o cliente assina um documento dizendo que estava ciente que o vidro está fora das normas, mas isso não tem valor legal. Isso só prova que você sabia que estava fazendo o errado!

Aos clientes que querem economizar…

A sua segurança, a segurança da sua família e dos usuários dos espaços não tem preço, as normas existem para garantir o correto uso dos vidros, então não peçam ao seu vidraceiro que faça algo fora da norma. Colocar algo fora da norma pode ter um custo menor, mas e se algo der errado? Vale pagar menos por isso? Pense bem, ok!

E lembrando:

O vidro é seguro! Desde que aplicado corretamente. 😉

E box?

Se quer saber sobre box, acesse o nosso post sobre “Escolher corretamente o box do banheiro”!