Vidro laminado com SentryGlas ®

Por muitos anos, os intercalantes produzidos à partir do polivinil butiral (PVB) e do etileno-vinil-acetato (EVA) têm sido o material de segurança padrão usado pela indústria na produção de vidro laminado. Quem trabalha com vidro entende bem as possibilidades e limitações desse tipo vidro quando empregados em fachadas, coberturas, guarda-corpos e esquadrias. O intercalante SentryGlas, por outro lado, possibilita uma abordagem completamente nova e de maior resistência, pois é 100 vezes mais rígido e cinco vezes mais resistente que o PVB.

For many years, interlayers produced from polyvinyl butyral (PVB) and ethylene vinyl acetate (EVA) have been the standard safety material used by the industry in the production of laminated glass. Everyone who works with glass understands the possibilities and limitations of this glass when used in facades, roofs, railings and window frames. The SentryGlas interlayer on the other hand, provides an entirely new approach and greater resistance, because it is 100 times harder and five times stronger than PVB.

Vidro laminado com SentryGlas

Quando usar o SentryGlas?

O SentryGlas deve ser usado quando há uma demanda por uma material mais rígido e mais forte, um exemplo de uso é em estádios esportivos onde em caso de tumulto o vidro (mesmo em caso de quebra) deve resistir à pressão que a multidão fará nele, sem sair do lugar para garantir a segurança de todos os espectadores.

A solução também pode ser utilizada em janelas, portas e clarabóias resistes à furacão e bombas, e passarelas e pontes de vidro como essa daqui que falei em um outro post.

vidro laminado com sentryglas

Sentryglas safety is used when there is a demand for an extra strong material, an example of use is in stadiums where in case of turmoil the glass must resist the pressure that the crowd will make on it without moving (even in case of breakage), to ensure the safety of all viewers.

This solution can be used in many laminated glass applications including hurricane and bomb blast resistant windows, doors and skylights and structural glass flooring, stairs, walkways and pedestrian bridges.

vidro laminado com sentryglass

Qual a diferença entre a laminação comum e com Sentryglas?

O vídeo abaixo mostra bem a diferença entre os dois tipos de laminação, como os dois tipos se comportam durante a quebra.

The video below shows the difference between the two types of lamination, and how the two types behave during breakage.

Uma observação importante é que o vidro laminado só perde a estabilidade se os dois vidros que envolvem o intercalaste quebrarem, o que é bem difícil de acontecer em condições normais, por isso o Sentryglas tem aplicação específica para situações onde a ruptura dos dois vidros pode acontecer.

An important observation to make is that regular laminated glass only loses stability if the two glasses that surround the interlayer break, it is very difficult to occur under normal conditions, so the Sentryglas has specific application for situations where the breakage of the two glasses may happen.

Casa de vidro

Hoje vim falar sobre uma casa de vidro que me chamou muito a atenção pela beleza e integração do interior e exterior com muito uso do vidro!

Gosto de mostrar projetos inteiros que ilustram o uso do vidro com maestria, isso mostra como o vidro não é apenas o coadjuvante do conjunto mas como ele possibilita infinitas interações e usos.

Fachada:

casa de vidro

 Esse é a residência MT, que fica em Monterrey no Mexico, foi feita pelo escritório GLR Arquitectura e evidencia o uso do vidro em suas fachadas, garantindo muita iluminação natural e integração dos cômodos com a linda vista.

Casa de vidro

Na sala de estar o fechamento em vidro laminado tem estrutura de apoio também em vidro, o que garante total transparência e leveza ao projeto, usando a vista como foco principal do ambiente.

casa de vidro

Os perfis de fixação superior e inferior estão embutidos no gesso e no piso respectivamente, o que traz maior leveza ao conjunto e fica visualmente mais interessante.

As escadas externas e área íntima descoberta tem guarda corpo em vidro laminado incolor, utilizando a mesma linguagem e garantindo a visibilidade total do ambiente em volta.

casa de vidro

Área externa:

casa de vidro

A varanda é coberta e mantém a linguagem utilizada na sala de estar, com um guarda corpo em vidro laminado incolor com perfis embutidos na laje.

casa de vidro

Na imagem acima é possível ver a relação entre a parede de vidro e o guarda corpo em vidro e como eles permitem uma vista de 180 graus da paisagem.

casa de vidro

A área da piscina também aproveita a paisagem sem barreiras visuais, e dá continuidade ao uso do guarda corpo em vidro laminado com perfis embutidos.

casa de vidro

Na churrasqueira o vidro continua presente, mas para garantir uma maior privacidade, um jardim foi plantado em frente ao vidro.

Área interna:

O espelho se faz presente na decoração, ajudando a difundir a iluminação natural, ampliando ainda mais o ambiente e de quebra reproduzindo a paisagem que está bem em frente.

Casa de vidro

Essa estante com fundo em espelho uniu funcionalidade e estética, é possível ter o efeito de um painel de espelho em estantes apenas revestindo o fundo dos nichos.

A sala de jantar também fez uso de um painel em espelho, ampliando o ambiente e difundindo a iluminação artificial.

Casa de vidro

A mesa tem um tampo em vidro fumê de 15mm, o que a deixa com um aspecto bem escuro e menos translúcido, um charme né?

casa de vidro

O banheiro também seguiu a arquitetura minimalista e conta com um box de piso ao teto com ferragens leves e discretas.

Guarda-corpo em vidro!

Sempre antes de escrever sobre um assunto, eu pesquiso na internet as informações ja disponíveis sobre ele e dessa vez me espantei com o que alguns sites disponibilizam sobre guarda-corpo.

Alguns sites indicam o vidro temperado como fechamento para guarda-corpo e isso está incorreto. Guarda corpo em vidro precisa ser laminado! A NBR 7199 que fala de guarda-corpo na construçnao civil exige que o vidro seja laminado. Porque em caso de quebra, os cacos ficam presos ao intercalante e o vão não se abre, garantindo a segurança dos usuários.

Se o vidro do guarda-corpo precisar ter furos para fixação, além de laminado ele também precisa ser temperado.

Guarda corpo em vidro: Tipo Torre

O guarda-corpo tipo torre é aquele que tem uma estrutura vertical (com estrutura horizintal ou não) que vai do piso ao topo do guarda-corpo e é responsável pela sustentação do vidro. Guarda-corpo em vidro

Aqui a distância entre as torres é de 90cm, o vidro é somente laminado com espessura total de 8mm.

Abaixo um exemplo de estrutura é horizontal e vertical, onde o vidro é preso por parafusos especiais. Por causa das furações necessárias para fixar o vidro na estrutura o vidro além de laminado tem que ser temperado, o que evita que o vidro trinque com a movimentação (quando alguém se apoia nele).

Guarda-corpo em vidro

Guarda corpo em vidro: Tipo pontalete

Pontalete é o tipo de fixação que sai do piso e apoia a parte de baixo do vidro. Apesar de ser fixado em apenas uma ponta do vidro esse sistema é seguro e atende a NBR 7199.

Guarda-corpo em vidro

O pontalete pode ser alto fixando dois vidros juntos ou como os abaixo, que apoiam um vidro de cada vez:

Guarda-corpo em vidro

Guarda-corpo em vidro

Quando for utilizar esse tipo de fixação em escadas, é bom lembrar que o pontalete é fixado no patamar do degrau então é preciso saber quantos cm ele utiliza e acrescentar a área mínima para a circulação. Se não você acaba perdendo uns 7cm de circulação.

Porém quando os lances de escada tem pouca distância entre eles, o ideal é utilizar uma fixação de patamar porque qualquer fixação na lateral do patamar vai ficar muito justa ou nem vai caber.

Guarda-corpo em vidro

Guarda corpo em vidro: Tipo Botton

Bottons ou botões é o tipo de fixação feita na lateral do patamar, é uma das fixações que caiu no gosto dos arquitetos e consumidores finais por ter pouca interferência na decoração.

Também é um sistema seguro que atende à NBR 7199, apesar de parecer frágil o sistema aguenta firme, podendo até receber o corrimão se desejado.

Guarda-corpo em vidro

Há diversos tipos e tamanhos de botões, tudo depende da dimensão e espessura da peça de vidro além da aparência desejada.

Guarda-corpo em vidro

Quando for utilizar esse tipo de fixação em escadas, é preciso lembrar que ele vai na lateral do degrau (por fora), isso quer dizer que é preciso pensar que o sistema avança em torno de 5cm e ver se ele vai encontrar a laje de cima ou até mesmo o guarda-corpo de um segundo lance de escada. As imagens abaixo ilustram o encontro do vidro com a laje superior:

Guarda-corpo em vidro Guarda-corpo em vidro Guarda-corpo em vidro

Abaixo um encontro em o guarda-corpo de dois lances de escada:

Guarda-corpo em vidro

Por isso a importância de definir o tipo de guarda-corpo ainda em projeto, para que a solução seja pensada antes e as alterações sejam feitas enquanto há tempo.

O tipo botton também tem diversas versões:

Guarda-corpo em vidro

Guarda-corpo em vidro

Guarda corpo em vidro: Tipo embutido

Esse tipo de guarda-corpo é fixado em um perfil U de aço ou alumínio ou então em um rasgo feito na alvenaria. O segundo é o mais utilizado em arquiteturas minimalistas e clean.

Guarda-corpo em vidro

A fixação com perfil U pode ser feita na lateral da laje ou em cima dela dependendo da estética desejada.

Para a fixação na laje, o rasgo deve ser feito durante a construção e não depois do piso pronto. O tamanho do rasgo depende da espessura do vidro e da profundidade necessária para fixá-lo.

Guarda-corpo em vidro

Tipo Spider:

É uma fixação menos utilizada mas tem um efeito muito legal. Como o sistema ocupa mais espaço, em torno de 20cm, fica melhor em ambientes amplos.

Guarda-corpo em vidro

Guarda-corpo do hotel Unique em São Paulo, que mais parece uma parede de vidro para cortar um pouco do vento.

Quer saber mais sobre as normas de vidro para construção? Acesse esse link!

Normas técnicas de vidro na arquitetura

O que é?

É um resumo das normas técnicas de vidro na arquitetura, percebendo a dificuldade de achar as normas na internet para por em prática em projetos, construções, reformas e decoração eu resolvi fazer um resumo das normas para te ajudar!

O que eu fiz foi resumir a NBR 7199, a NBR 16259 e a NBR 14488 para facilitar a aplicação correta e segura de vidros na sua obra.

normas técnicas de vidro na arquitetura

Para quem é?

Para todos os interessados em utilizar vidros em seus projetos e construções de maneira segura e dentro das normas!

Quanto custa?

Nada!! Eu realmente só quero disseminar o uso correto e seguro do vidro, afinal o vidro é seguro desde que utilizado corretamente.

E como eu consigo?

Basta acessar esse link aqui e colocar o seu e-mail que eu envio para você! Simples né?

Porque eu fiz esse material?

Porque vejo muita gente oferecendo o errado e dizendo que é certo, o especificador e o consumidor final acabam comprando a solução sem saber que ela não é segura.

Vejo muuuuuito a utilização de vidro temperado com película, onde o vidro DEVERIA ser laminado. A norma não está aí a toa… testes foram realizados para dar a segurança necessária a cada tipo de utilização.

Existem dois tipos de películas no mercado, as decorativas e as de segurança, porém a ABNT/NBR 7199 atual não prevê a utilização de películas adesivas, nem mesmo a película de segurança que é adotada em outras partes do mundo para essa finalidade.

A película de segurança pode ser aprovada em um futuro breve, já que o assunto está em discussão como item adicional à norma 7199, que passa por um processo de revisão. Mas enquanto o seu uso não é testado e regulado, a película não substitui um vidro laminado.

Normas técnicas de vidro

Aos fornecedores e instaladores de vidro…

Vocês são os responsáveis por garantir que o vidro instalado esteja dentro das normas, nossos clientes acreditem e confiam em nós e por isso é nosso dever garantir a segurança deles.

Segundo o Código de Defesa do Consumidor “é vedado ao fornecedor de produtos ou serviços, dentre outras práticas abusivas colocar, no mercado de consumo, qualquer produto ou serviço em desacordo com as normas expedidas pelos órgãos oficiais competentes ou, se normas específicas não existirem, pela Associação Brasileira de Normas Técnicas ou outra entidade credenciada pelo Conmetro”, então estejam atentos nós respondemos legalmente pela aplicação do vidro!

Alguns usam o recurso onde o cliente assina um documento dizendo que estava ciente que o vidro está fora das normas, mas isso não tem valor legal. Isso só prova que você sabia que estava fazendo o errado!

Aos clientes que querem economizar…

A sua segurança, a segurança da sua família e dos usuários dos espaços não tem preço, as normas existem para garantir o correto uso dos vidros, então não peçam ao seu vidraceiro que faça algo fora da norma. Colocar algo fora da norma pode ter um custo menor, mas e se algo der errado? Vale pagar menos por isso? Pense bem, ok!

E lembrando:

O vidro é seguro! Desde que aplicado corretamente. 😉

E box?

Se quer saber sobre box, acesse o nosso post sobre “Escolher corretamente o box do banheiro”!