Vidros que iluminam e transformam ambientes!

Quando pensamos em projetos luminotécnicos (de iluminação), quase nunca pensamos em unir a iluminação com as diversas composições possíveis de vidro, mas saiba que ao juntar vidro e luz o resultado é um grande impacto visual e belos efeitos cênicos que tornam ambiente inesquecíveis.

Existem diversas maneiras de explorar essa técnica, pode ser na decoração de casa, pode ser para espaços comercias (como lojas, galerias, bares…) e também em fachadas (hotéis, museus, galerias…).

vidros que iluminam
Vidro impresso Saint Gobain Glass com iluminação LED – Casa Cor São Paulo 2011

Vidros que iluminam a decoração.

O uso desse tipo de iluminação em residências pode ser mais pontual e discreta, ou bastante marcada dando um ar bem cenográfico ao ambiente.

É bom lembrar, que é possível criar diversas cenas com a iluminação e que elas podem ser ligas individualmente ou simultaneamente, transformando o ambiente conforme as luzes são acesas/apagadas.

O mais comum é o uso em residências é de prateleiras em vidro com iluminação LED colorida ou incolor, em closets, armários e  móveis planejados.

Vidros que iluminamVidros que iluminam Vidros que iluminamVidros que iluminam

Existem também prateleiras com medidas padrão, que já vem com o LED embutido, prontas para receber o vidro de sua escolha. E podem ser colocadas em banheiros, ou qualquer outra parte da casa. – É possível encontrar na IdeiaGlass

Vidros que iluminamVidros que iluminam

É legal pensar também em um ítem que ganhe destaque na decoração, como uma mesa de jantar ou até mesmo a mesa da cozinha, não dá nem vontade de colocar toalha de mesa para não esconder o charme!

Vidros que iluminam

Ou então usar em lugares mais escondidos como no banheiro para fazer cromoterapia no banho, é possível utilizar no box do chuveiro ou então em uma parede de vidro no fundo do box ou banheira.

Vidros que iluminamBox-com-Iluminação-LED-RGB-em-Loft-Triplex-na-Romênia-por-Ion-Popusoi-e-Bogdan-Preda

Para o box, é melhor utilizar vidros que tenham desenhos ou que sejam acidatos para que a luz seja captada em toda a extensão do vidro fazendo com que o efeito seja de estar envolto em luz.

Vidros que iluminam

Mas é possível também ousar bastante na iluminação, e fazer  projetos arrojados com grande impacto visual e transformar a aparência de uma decoração sóbria como no projeto abaixo da cobertura triplex do Ritz-Carlton Residences em Tel Aviv. A escada por si só é bem minimalista mas quando as luzes se acendem ela se transforma, todo o vão é tomado por luz e o ambiente vira um show de cores.

Vidros que iluminamVidros que iluminam

Vidros que iluminamVidros que iluminam

A residência abaixo, que fica em Ancara na Turquia, usou e abusou das luzes coloridas já que seu interior tem design bastante arrojado, a escada troca de cor conforme a escolha do usuário, ela pode ter uma cor só ou várias diferentes ao mesmo tempo.

vidros que iluminam vidros que iluminam

Vidros que iluminam espaços comerciais.

Para espaços comerciais, o céu é o limite já que a intenção quase sempre é a de chamar a atenção de clientes e se tornar memorável, para que o boca a boca traga mais e mais pessoas para frequentar o ambiente e consequentemente consumir o que você está ofertando.

Acredito que bares e boates deveriam utilizar esse recurso em muitos pontos, mas principalmente no bar. A iluminação pode matar ou destacar o ambiente, um bar bem sinalizado e iluminado faz com que os clientes encontrem facilmente o local de consumir e tenham vontade de retornar!

vidros que iluminamvidros que iluminam

vidros que iluminamvidros que iluminam

A luz também pode ser usada em outras partes do bar para destacar bebidas, taças e etc. A imagem abaixo dá um exemplo de como o vidro iluminado pode ser utilizado.

vidros que iluminam

Ou que tal utilizar painéis de vidro que iluminam o ambiente e dão o tom do espaço, mais legal ainda se esse vidro puder ser visto de fora do estabelecimento chamando ainda mais atenção para aquele espaço.

vidros que iluminam

O Hotel e Spa Panorama que fica em Girona – Italia, investiu em espaços de banho e massagem com cromoterapia, tornando a experiência do usuário ainda mais completa. (Projeto executado pela empresa Espanhola Ledglass)

Vidros que iluminam vidros que iluminam

A Clínica Vilar, em Barcelona, decidiu que sua característica mais marcante seria a decoração do espaço e com isso resolveu revestir a maior parte de suas paredes com vidros que iluminam cada ambiente com a cor escolhida. (Também executado pela espanhola Ledglass)

vidros que iluminamvidros que iluminam

vidros que iluminamvidros que iluminam

Mais uma maneira de incorporar a técnica em interiores é iluminar o guarda corpo de escadas e mezaninos, essa idéia pode ser utilizada em restaurantes, bares, lojas e até mesmo em residências.

vidros que iluminam vidros que iluminam

Vidros que iluminam fachadas e destacam edifícios.

Você vê uma fachadas dessa e já imagina um edifício no mínimo diferente, afinal não é qualquer projeto que tem fachadas que podem ser enxergadas a quilômetros de distância, e que mudam de cor com a facilidade de um click em um botão.

vidros que iluminam vidros que iluminam

vidros que iluminam vidros que iluminam

Hotel Europa Splash em Barceloa e Hotel Summer também em Barcelona – por Ledglass.

O The Briggait Centre, situado em Glasgow na Escócia, tem em sua fachada painéis de vidro incolor com texturas opacas e se transforma de acordo com a cor da luz que é projetada em seu interior. O edifício chama muita atenção por estar ao lado de uma antiga estrutura que serviu como galpão por muitos anos.

vidros que iluminam vidros que iluminam

A fachada das lojas também podem receber esse tipo de solução, tanto em partes fixas quanto em partes móveis como a porta pivotante.

vidros que iluminam vidros que iluminam

A solução pode ser em toda a extensão da fachada ou somente em partes específicas… a criatividade é o limite.

vidros que iluminam

O clube de vela Nordwesthaus na Suiça, feito pelo escritório Baumschlager-Eberle, tem um belo efeito de iluminação proporcionado por 125 lâmpadas LED que geram uma sequencia de luzes nas cores verde, azul, amarelo, vermelho e branco.

vidros que iluminam fachada-de-vidro-translucido-com-iluminaçao-led-clube-de-vela-nordwesthaus-lago-constança-suiça

Posicionados estrategicamente, o s LEDs iluminam os elementos vazados, deixando à mostra na fachada de vidro a silhueta dos desenhos.

fachada-dupla-de-vidro-impresso-e-concreto-vazado-clube-de-vela-nordwesthaus-lago-constança-suiça dupla-fachada-de-vidro-impresso-e-concreto-vazado-clube-de-vela-nordwesthaus-lago-constança-suiça

À noite, a estrutura cúbica reflete na superfície do lago todo o brilho colorido de sua fachada, transformando o espelho de água em um painel de LEDs.

vidros que iluminam

Vidros que iluminam o esporte.

A ASB Glass Floor tem um sistema desenvolvido por eles para quadras poliesportivas que utiliza piso de vidro antiderrapante e ao invés de linhas pintadas no piso, as delimitações das quadras são feitas por luz de LED, parece coisa do futuro mas esse piso já foi aplicado em diversos lugares da Europa.

vidros que iluminam

As faixas de LED são posicionadas de acordo com o desenho que o esporte necessita, e pode ser alterado com um simples toque de botão, transformando uma quadra de basquete em uma quadra de vôlei, com a vantagem  que os jogadores nunca vão se confundir com outras quadras pintadas no mesmo espaço.

vidros que iluminam
O piso é elevado para absorver o impacto dos jogos, sem danificar o vidro.

O vidro utilizado tem textura diferenciada para garantir a característica de antiderrapante, ele é laminado para garantir a segurança dos usuários em caso de quebra e é incolor, o que dá a coloração da quadra é um papel translúcido colorido colocado logo abaixo do vidro e que pode ser facilmente trocado.

vidros que iluminam
Detalhe da textura antiderrapante do vidro laminado.

O sistema é extremamente resistente e durável, o primeiro teste foi em uma escola onde a quadra poliesportiva é muito utilizada, e 3 anos depois o sistema permanece impecável, mesmo com diversos usos diários. E com a vantagem de ser desmontável a qualquer momento, é possível adicionar novos pontos de LED para formar novos desenhos conforme a necessidade.

Gostou? Quer saber mais sobre esse sistema? Assista o video abaixo (em inglês).

Dicas para escolher bem o vidro que ilumina.

Se você está querendo utilizar a solução na sua casa ou empresa, fique atento pois o vidro incolor normal e o vidro que tem textura tem resultados diferentes quando aplicados.

A imagen abaixo ilustra bem a diferença entre um vidro liso e um vidro com padrão ou jateamento. O vidro liso capta a luz nas suas bordas, enquanto o centro permanece com aspecto normal, já o vidro com textura capta a luz na textura e nas bordas. A partir desse conceito é possível planejar a maneira que o vidro se comportará com a luz.

vidros que iluminam

 

Quando o vidro é colocado na horizontal (ex: mesas, prateleiras…) é legal que ele tenha uma espessura mais larga que o usual para que a iluminação chame atenção. Mas se o vidro for colocado na vertical (ex: guarda corpo, box, painéis…) a espessura pode ser a usual, já que não vai aparecer e nem interferir na propagação da luz.

SCat_Glass_Floating_Light_Shelf_Large

vidros que iluminam

*O ideal como em qualquer projeto luminotécnico, é que o planejamento seja feito antes da reforma/construção já que a iluminação precisa de pontos de energia embutidos na parede.

{ Vidros da sede da Xiaomi em São Paulo }

“O projeto para a sede da Xiaomi Brasil busca traduzir os valores e as caracteristicas da empresa através de seu escritório.” Arkiz Arquitetos

A Xiaomi a empresa que revolucionou o mercado de smartphones no mundo, chegou ao Brasil em Junho desse ano (2015) e eu como arquiteta curiosa queria saber como seria a sede da empresa chinesa em São Paulo, vou dividir o que achei com vocês.

O projeto da sede da Xiaomi em São Paulo exigia permeabilidade visual e integração entre os espaços, e com isso vemos que muito vidro foi utilizado no projeto.

Vidros da sede da Xiaomi em São Paulo

A copa recebe destaque com a cor laranja que é a cor da marca, e para separá-la do espaço de trabalho há um painel em vidro incolor temperado 10mm, que permite a integração dos espaços mas sem que a conversa e os aromas dos alimentos invadam o escritório.

Vidros da sede da Xiaomi em São Paulo

O painel de vidro tem três divisões já que seu tamanho é bem grande e é fixado por um perfil U na cor branca, que se funde com as paredes da copa.

Vidros da sede da Xiaomi em São Paulo

Essa sala recebeu portas de correr na cor branca com trilho embutido no teto e sem trilho na parte de baixo, as portas além de intregrar/separar os ambientes, também pode ser utilizada como quadro branco para recados ou mesmo reuniões.

Vidros da sede da Xiaomi em São Paulo Vidros da sede da Xiaomi em São Paulo

No corredor do andar superior vemos o guarda corpo em vidro laminado e temperado incolor fixado com botões, que integra os dois pavimentos sem ser um obstáculo visual.

Vidros da sede da Xiaomi em São Paulo

A sala de descanso (ou descompressão) recebeu portas de correr em alumínio natural fosco e vidro incolor canelado de 10mm, que permite a integração porém com privacidade.

Vidros da sede da Xiaomi em São Paulo

{ Portas de vidro }

Portas de vidro! Está ai um assunto que gera muitas dúvidas na hora do projeto ou na reforma… Então vamos explorar um pouco o assunto para que você conheça as opções e maneiras de utilizar.

As portas geralmente são feitas com vidro temperado com 8mm ou mais dependendo da dimensão do vidro utilizado. Ela também pode ser feita com vidro laminado, ou as duas coisas juntas (temperado e laminado). O vidro temperado garante que a porta consiga suportar seu próprio peso e seja mais resistente a pancadas que o vidro comum, já o vidro laminado garante que em caso de quebra o vão não ficará aberto até a troca do vidro, e evita maiores acidentes. Ter as duas coisas seria o ideal, mas também aumenta bastante o valor do vidro. – Se o vidro tiver furação e geralmente a porta tem, para maçaneta, fechadura, dobradiça… esse vidro deve ser temperado!!

Existem duas maneiras básicas para a estrutura de uma porta de vidro, ela pode ter uma esquadria (ou caixilho – que é uma estrutura onde o vidro é encaixado) ou pode ser autoportante (quando o vidro é a estrutura da porta).

Portas de vidro
Porta de correr em vidro temperado sem esquadria
portas de vidro
Vidro temperado com esquadria

Abaixo portas pivotantes, na esquerda com a esquadria e na direita a porta autoportante sem esquadria. Ficou clara a diferença entre elas não?

portas de vidroportas de vidro

Eu sei que pelas fotos acima a porta com esquadria para muito mais atraente que a porta autoportante… Mas cada uma tem sua vantagem e desvantagem… e há portas autoportantes lindas.

Se você procura um fechamento de vão (porta ou janela) que traga isolamento acústico, diminuindo os ruídos que vem de fora, é melhor utilizar esquadria já que ela veda melhor o vão – quando bem instalada, é claro… Procure por empresas com boas referências.

 {Se você já mora em uma residência e precisa de solução acústica nas janelas e portas, eu indico a Atenua Som para solucionar seu problema, conheço bem o trabalho deles e indico sem medo nenhum}

Mas se você não mora perto do ensaio da escola de samba, ou uma avenida muiiiito movimentada e o barulho da vizinhança não incomoda, a porta em vidro temperado pode ser uma ótima solução e com certeza menos cara.

Para soluções em esquadrias, existem diversos tipos de abertura, dimensões, acabamento, cores, materiais… Podem ser em alumínio, PVC, madeira…. abaixo algumas ilustrações:

portas de vidroportas de vidro

Portas de correr com esquadria em madeira na esquerda e porta pivotante em aço pintado de preto na direita.

portas de vidroportas de vidro

Portas em alumínio natural na foto da esquerda, vantagem da altura que o vidro pode ter com esquadrias. A direita, esquadrias em alumínio anodizado preto, mostrando a largura que a porta pode ter com esquadria.

portas de vidroportas de vidro

Esquadria em alumínio preto com mais de 2,5m de altura com uma folha fixa e duas de correr na esquerda. Na foto da direita esquadria preta com 6 folhas de vidro, com duas folhas fixas e 4 folhas móveis.

portas de vidroportas de vidro

Vidros fixos com esquadria preta na foto da direita e na foto da esquerda esquadria em madeira com 4 folhas, duas fixas e duas móveis.

portas de vidroportas de vidro

Esquadria em alumínio branco, com rodapé maior na foto da esquerda, na foto da direita esquadria branca com vidros bem altos.

Vantagens do uso de esquadria:

  • Altura dos vãos;
  • Largura dos vãos;
  • Diminuição dos ruídos que vem de fora;
  • Longevidade do sistema;
  • Variedade;

Para utilização de portas autoportantes, também temos muitas variedades de sistemas, de vidros, tipologias e materiais. Vejamos alguns exemplos abaixo:

portas de vidroportas de vidro

Porta de correr com duas folhas móveis, em vidro acidato, que correm por trás da parede vermelha (na frente por esse ângulo), com trilho de cima embutido no gesso e sem trilho no piso. Na foto da direita uma grande folha fixa com uma móvel de correr, acabamento em alumínio polido.

portas de vidroportas de vidro

Porta de correr com trilho embutido no gesso e sem interrupção no piso, vidro incolor com metade jateada e puxador de 1m. Na foto da direita, trilho superior embutido no teto e guia inferior embutida no piso, vidro incolor comdetalhes am adesivo que imita o jateado.

portas de vidroportas de vidro

Acima porta em vidro acidato temperado, também toda embutida e com o piso continuo sem guia embaixo.

portas de vidroportas de vidro

Acima todas as divisórias em vidro com portas de correr em “L”, e ao lado o detalhe de trilho superior embutido no teto.

portas de vidroportas de vidro

Acima o sistema em vidro parece sumir com vidro extra-clear e sistema todo embutido. Ao lado detalhe de trilho embutido no piso.

Abaixo os vidros quase não aparecem, e a porta também parece sumir, já que tudo foi embutido.

portas de vidroAbaixo a porta de correr tem seu sistema aparente intencionalmente para delimitar o vão de entrada.portas de vidro

Vantagens do uso de vidro autoportane:

  • Rapidez no fechamento;
  • Agilidade de manutenção;
  • Longevidade do sistema;
  • Variedade;
  • Ausência de trilhos no piso se requisitado;
  • Possibilidade de embutir o sistema (isso deve ser previsto ainda em projeto para evitar quebra-quebra depois de pronto);
  • E é claro a diversidade de vidros que podemos utilizar… saiba mais aqui.
  • Uso interno além de externo.

F. Y. I.: Muita gente chama o sistema autoportante de blindex, mas isso não é correto… Blindex é uma franquia de tempêras (que fazem vidro temperado) e pelo sucesso e fama que tornou-se referência em vidro temperado. Todo blindex é um vidro temperado, porém nem todo vidro temperado é blindex. E como as portas autoportantes sempre são temperadas, blindex também caiu na boca do povo como “tipo de esquadria”.

Solução em vidro para espaços pequenos

Quando o espaço do projeto é reduzido, a funcionalidade dos cômodos tem que ser pensada sem abrir mão do conforto. Também é necessário pensar na amplitude utilizando artifícios desde a concepção do projeto inicial, no projeto e detalhamento da marcenaria sob medida,  e no mobiliário complementar.

O projeto do Hiperstudio utilizou o vidro e a marcenaria para agregar conectividade aos ambientes,  a criação de um grande armário central com porta de vidro deslizante que serve como ponto de integração entre o estar e a cozinha.

espaços pequenos

espaços pequenos

Versátil, o móvel pode funcionar como adega e cristaleira, conforme o uso. A porta é de vidro pintado e temperado na cor branca (vidro extra-clear para tirar a tonalidade verde do vidro incolor).

espaços pequenos                    espaços pequenos

Além do estar e cozinha, um dos banheiros ganhou uma solução bastante interessante: box em vidro refletivo.

espaços pequenos

O vidro refletivo funciona como um espelho, ampliando o ambiente e refletindo a luz o que deixa o ambiente ainda mais iluminado.

Nesse banheiro foi utilizado o vidro refletivo prata, temperado de 8mm, o sistema de roldanas aparentes do box é da Rollit (falei sobre isso aqui).

Normas técnicas de vidro na arquitetura

O que é?

É um resumo das normas técnicas de vidro na arquitetura, percebendo a dificuldade de achar as normas na internet para por em prática em projetos, construções, reformas e decoração eu resolvi fazer um resumo das normas para te ajudar!

O que eu fiz foi resumir a NBR 7199, a NBR 16259 e a NBR 14488 para facilitar a aplicação correta e segura de vidros na sua obra.

normas técnicas de vidro na arquitetura

Para quem é?

Para todos os interessados em utilizar vidros em seus projetos e construções de maneira segura e dentro das normas!

Quanto custa?

Nada!! Eu realmente só quero disseminar o uso correto e seguro do vidro, afinal o vidro é seguro desde que utilizado corretamente.

E como eu consigo?

Basta acessar esse link aqui e colocar o seu e-mail que eu envio para você! Simples né?

Porque eu fiz esse material?

Porque vejo muita gente oferecendo o errado e dizendo que é certo, o especificador e o consumidor final acabam comprando a solução sem saber que ela não é segura.

Vejo muuuuuito a utilização de vidro temperado com película, onde o vidro DEVERIA ser laminado. A norma não está aí a toa… testes foram realizados para dar a segurança necessária a cada tipo de utilização.

Existem dois tipos de películas no mercado, as decorativas e as de segurança, porém a ABNT/NBR 7199 atual não prevê a utilização de películas adesivas, nem mesmo a película de segurança que é adotada em outras partes do mundo para essa finalidade.

A película de segurança pode ser aprovada em um futuro breve, já que o assunto está em discussão como item adicional à norma 7199, que passa por um processo de revisão. Mas enquanto o seu uso não é testado e regulado, a película não substitui um vidro laminado.

Normas técnicas de vidro

Aos fornecedores e instaladores de vidro…

Vocês são os responsáveis por garantir que o vidro instalado esteja dentro das normas, nossos clientes acreditem e confiam em nós e por isso é nosso dever garantir a segurança deles.

Segundo o Código de Defesa do Consumidor “é vedado ao fornecedor de produtos ou serviços, dentre outras práticas abusivas colocar, no mercado de consumo, qualquer produto ou serviço em desacordo com as normas expedidas pelos órgãos oficiais competentes ou, se normas específicas não existirem, pela Associação Brasileira de Normas Técnicas ou outra entidade credenciada pelo Conmetro”, então estejam atentos nós respondemos legalmente pela aplicação do vidro!

Alguns usam o recurso onde o cliente assina um documento dizendo que estava ciente que o vidro está fora das normas, mas isso não tem valor legal. Isso só prova que você sabia que estava fazendo o errado!

Aos clientes que querem economizar…

A sua segurança, a segurança da sua família e dos usuários dos espaços não tem preço, as normas existem para garantir o correto uso dos vidros, então não peçam ao seu vidraceiro que faça algo fora da norma. Colocar algo fora da norma pode ter um custo menor, mas e se algo der errado? Vale pagar menos por isso? Pense bem, ok!

E lembrando:

O vidro é seguro! Desde que aplicado corretamente. 😉

E box?

Se quer saber sobre box, acesse o nosso post sobre “Escolher corretamente o box do banheiro”!