Vidro transforma casa dos anos 60!

O studio americano MW Works transformou essa casa em Seattle, que é de meados dos anos 60, com uma reforma onde diversas paredes forram derrubadas e foram substituídas por vidro criando um layout mais aberto e integrando os jardins à casa.

American studio MW Works has knocked down walls and added glazing in this 1960s home in Seattle, to create a more open layout and connecting inside and outdoors.

vidro tranforma casa dos anos 60

Essa linda residência de 800 m2 foi compra por um jovem casal com dois filhos pequenos e que quiseram reformá-la para que atendesse ao estilo de vida deles.

This beautiful 800-square-foot residence was purchased by a young couple with two small children, who wanted it renovated to suit their lifestyle.

vidro tranforma casa dos anos 60

“A disposição dos ambientes da casa era muito boa, porém os ambientes eram muito delimitados para comportar o dia-a-dia dos novos proprietários”, diz a MW Works.

“The layout of the home was very well considered, but the character and flow between spaces wasn’t a good fit for the daily patterns of the new owners,” said MW Works.

vidro tranforma casa dos anos 60

Aqui a parede deu espaço para uma esquadria em alumínio com pintura que imita madeira, com vidro incolor temperado. A vantagem de usar esquadria em alumínio é a durabilidade, a madeira requer diversos cuidados e manutenção que o alumínio não precisa.

Here the previous wall made room for an aluminum frame with colorless tempered glass, the frame has paint that imitates wood. The advantage of using aluminum frames is durability, wood requires a lot of care and maintenance that aluminum does not need.

vidro tranforma casa dos anos 60

 Até mesmo o banheiro ganhou uma clarabóia que rasga o teto de fora a fora, o que permite ver o céu e garante muita iluminação natural. No caso de clarabóias, o vidro deve ser sempre laminado!

Even the bathroom has gained a skylight that rips the ceiling across the room, allowing to see the sky and ensuring plenty of natural light. In the case of skylights, the glass should always be laminated!

vidro tranforma casa dos anos 60

Espaços que antes tinham apenas janelas comuns de tamanho padrão, receberam grandes panos de vidro de piso ao teto para que o jardim fosse visto em todas as áreas de circulação e convívio.

Spaces that once had single-pane windows,  had walls replaced with glass apertures that stretch from floor to ceiling so openings around the courtyard, circulation paths and informal spaces can be linked with the courtyard.

vidro tranforma casa dos anos 60

O escritório também re-concebeu a cozinha, que anteriormente tinha paredes que faziam a divisão entre ela e a sala de jantar e a isolava das áreas de convivência. Mas mesmo com a limitação estrutural da casa, foi possível derrubar paredes e abrir a cozinha para a casa e para o exterior, permitindo uma transição contínua entre as áreas.

The studio also re-conceived the kitchen, which formerly was walled off from the dining area and isolated from other living zones. Through limited structural modifications, the team was able to open up the kitchen, providing seamless transitions to the dining and living rooms, as well as the backyard.

vidro tranforma casa dos anos 60

Esse projeto nos mostra como aberturas maiores modificam a interação entre ambientes e a ampliação de espaços com o uso do vidro.

Para ver outros exemplos, dá uma olhada nos links ali no lado direito da tela e veja outras possibilidades do vidro na arquitetura!

This project shows us how larger openings modify the interaction between environments and the enlargement of spaces with the use of glass.

To see other examples, take a look at the links there on the right side of the screen and see other possibilities of glass in the architecture!

Tijolos de vidro, muito mais do que uma loja Chanel

Você precisa ver a “Maison de cristal” da Chanel, em Amstrdã! Eu só posso dizer que o Studio MVRDV se superou com esse projeto, talvez porque eu goste de projetos em vidro mas principalmente porque eles levaram os tijolos de vidro a um outro nível!

Crystal House

A Crystal House que abriga a loja Chanel, tem os dois primeiros pavimentos inteiramente transparentes, e o efeito foi alcançado por tijolos de vidro – feitos com tecnologia pioneira, exclusivamente para o projeto – molduras das janelas em vidro e vigas em vidro, porém a arquitetura manteve íntegro o caráter histórico da rua comercial de Amsterdã, a PC Hooststraat, replicando as fachadas existentes do século XIX.

Tijolos de vidro

A partir do final do segundo pavimento, os tijolos de vidro se misturam com os tijolos tradicionais de cerâmica, a impressão é que os tijolos terracota flutuam na fachada.

Tijolos de vidro

Acredito que esse seja um grande e valioso avanço no uso de vidro para a construção como elemento estrutural, um grande passo para o vidro na arquitetura, um sistema pioneiro e sustentável!!

Tijolos de vidro

O vidro é um material 100% reciclável, e por isso todos os componentes de vidro que foram usados para testes voltaram a ser derretidos e moldados e estão compondo a fachada. E a mesma lógica pode ser aplicada na fachada inteira, quando o edifício chegar ao fim da sua vida útil, todos os elementos de vidro podem ser reciclados e reutilizados em outra obra.

Tijolos de vidro

A fachada de vidro além de impressionantemente elegante e única precisa ser forte e segura. Por ser a primeira obra deste tipo, uma extensiva pesquisa foi feita nos laboratórios da Delf University e supervisionada pelo professor Rob Nijsse, além disso vários teste foram feitos exaustivamente para garantir o desempenho físico e estrutural do projeto.

Tijolos de vidroTijolos de vidro

Os tijolos foram moldados e lapidados um a um pela indústria de vidros Poesia, eles foram testados exaustivamente até resultarem nas peças finais aplicadas na construção.

Tijolos de vidro

Outro ponto importante estudado foi a estabilidade da solução em relação à colagem das peças – vidro é colado com um produto especificamente desenvolvido para o projeto e isso foi testado como um todo.

Tijolos de vidro

Depois de muitos testes, uma cola transparente de alta fixação foi desenvolvida pela indústria alemã Delo Industrial Adhesives, muito similar a cola UV que utilizamos em colagens aqui no Brasil, onde a cura é feita com uma lâmpada UV, porém as características são diferentes e específicas para a a estrura. Tijolos de vidro

Entre 6 e 10 especialistas trabalharam durante um ano na concepção e desenvolvimento dos elementos de vidro da fachada, o processo envolveu lasers de alta tecnologia, grandes lâmpadas UV e leite – a baixa transparência do líquido foi de grande ajuda no nivelamento dos primeiros tijolos da base. Devido à delicadeza do material foi necessário um elevado nível de precisão e habilidade e a equipe de desenvolvimento técnico esteve no local durante todo o processo de construção.

Tijolos de vidro

A fachada foi tão bem pensada, que inclusive em caso de necessidade há um protocolo existente para a troca individual de tijolos que por acaso tenham sido danificados.

Resistência

Apesar da aparência frágil, os ensaios e testes de esforço foram realizados pelos pesquisadores da Delf University, mostraram que os tijolos de vidro têm em diversos aspectos mais resistência do que o concreto! Um exemplo é a viga de sustentação toda em vidro, que suporta uma força de até 42.000 Newtons, o que equivale a algo em torno de 4.300kg.

Tijolos de vidro

Além disso a parede de tijolos de vidro se mostrou 10 vezes mais resistente que uma parede de tijolos cerâmicos, segundo os estudos essa fachada pode suportar “sem grandes danos um ataque com golpes de marreta ou mesmo uma manada de elefantes”.

Resumindo!

O vídeo à seguir mostra o processo construtivo da Crystal House, ele só tem 3 minutos de duração (feito em time-lapse) e mostra desde a moldagem e lapidação das peças de vidro até a finalização da fachada! Vale a pena ver!

Vídeo por Robert Jan Westdijk 

O Studio MVRDV realizou esse projeto com a colaboração de pesquisadores da Delf University of Technology, a empresa de engenharia com especialidade em vidros ABT e a construtora Wessels Zeist, os três Holandeses. Já a fabricação dos tijolos foi feita por uma indústria de vidros italiana chamada Poesia.

Tijolos de vidro

Esse projeto trouxe um avanço espetacular para construções em vidro e isso me deixa muito animada! Estou curiosíssima para saber sobre dados de transmissão de luz e temperatura. Afinal essa solução já superou tantas expectativas…

Vidro que evita a colisão de pássaros

Você sabia que existe vidro que evita a colisão de pássaros?! Existe sim!!

Fato…

Cada vez mais e mais prédios vêm adotando recursos para evitar a colisão de pássaros com a fachada, já que de acordo com a “American Bird Conservancy”, só nos EUA cerca de 1 bilhão de pássaros morrem a cada ano por colidirem com vidros de edifícios.

Vidro que evita a colisão de passáros

Essa é uma grande discussão em torno da arquitetura de edifícios que levam vidro em suas fachadas, e para prevenir esses acidentes, o mais importante é criar barreiras visuais para que os pássaros passem a “enxergar” a ilusão formada pelos vidros, que refletem o céu dando a impressão de continuidade do espaço aéreo.

A preocupação é mundial.

O vídeo abaixo está em inglês (não achei nenhum em português ou legendado, desculpem!!), mas mostra um cuidadoso estudo feito nos Estados Unidos com pássaros selvagens para ver a reação deles em relação a diversos padrões em vidros, para entender o que eles evitavam.

Segundo o estudo, os pássaros evitam padrões com listras verticais com até 10 cm de distância entre as linhas (alguma semelhança com gaiolas?), e para listras horizontais ele só evitam padrões com até 5 cm de distância entre as listras se a distância for maior eles tentam voar por entre as linhas.Vidro que evita a colisão de passáros

Acima o túnel utilizado para o teste onde dois vidros são colocados um ao lado do outro, um com padrão no vidro e outro sem padrão algum. À frente do vidro há uma tela de tecido (parecido com uma teia de aranha) que evita que o passáro colida com o vidro durante o experimento, a intenção aqui é somente testar a reação do pássaro.

Já existe vidro que evita a colisão de pássaros?

Abaixo, Centro de Visitantes do Brooklyn Botanical Gardens, nos Estados Unidos incorporou padrões verticais que passam o sinal de barreira para os pássaros. Foi feita uma serigrafia (desenho com esmalte cerâmico) no vidro de acordo com o padrão escolhido.

vidro que evita a colisão de pássaros

É possível usar película ou serigrafia com padrões e desenhos que mostrem aos pássaros que há algo ali, e há os mais variados tipos de padrões, veja alguns abaixo:

Vidro que evita a colisão de passárosVidro que evita a colisão de passáros

Aposto que você pensou que o padrão é “feinho”, mas os edifícios abaixo mostram que a criatividade transforma a solução em obra de arte!

Vidro que evita a colisão de passárosVidro que evita a colisão de passáros

O vidro fosco também é uma maneira legal de evitar a colisão de pássaros e traz luminosidade natural para o edifício, mantendo a privacidade. O projeto abaixo demonstra como essa solução também fica muito bonita.

Vidro que evita a colisão de passáros

Vidro que evita a colisão de pássaros com tecnologia!

Ah mas você gostaria de uma solução que não influenciasse na fachada né? Tudo bem!! A Arnold Glass criou uma solução sensacional, o vidro chamado Ornilux.

O que para nós parece um vidro incolor comum, para o pássaro a visão é de uma teia de aranha! Legal né? Os testes realizados com esse vidro junto com a American Bird Conservancy, demostraram uma queda de 75% no número de colisões de pássaros (é que vidros refletivos diminuem a visibilidade do padrão).Vidro que evita a colisão de passáros

Esse vidro tem uma camada que reflete raios UV com um padrão que se assemelha à uma teia, esse desenho faz com que os pássaros vejam a teia mas que o vidro continue transparente aos nossos olhos. É que os pássaros conseguem enxergar níveis de raios UV que não são tão visíveis para os humanos. Abaixo a imagem demonstra perfeitamente como é o aspecto do vidro!

Vidro que evita a colisão de passáros

O vidro Ornilux foi lançado na Alemanha em 2006 e em 2009 teve melhorias em seu desempenho, apesar da solução ser excelente esse vidro ainda não está disponível no Brasil, provavelmente pela falta de exigências bird-friendly em construções… Mas isso é questão de tempo!

Vidro que evita a colisão de passáros

 

{ Envidraçamento de varanda }

O que você sabe sobre envidraçamento de varanda? Com o surgimento das varandas gourmets, logo veio a necessidade de um fechamento da varanda para podermos aproveitar o espaço mesmo com chuva e vento!

Muitos edifícios permitiram o fechamento com janelas de vidro temperado, mas diversos condomínios condenaram esse tipo de fechamento por alterar a fachada do prédio.

Com isso surgiu um envidraçamento que mudou esse conceito, conhecido por diversos nomes, o envidraçamento de varanda é uma solução que atende às necessidades dos moradores sem interferir – significativamente – com a estética da fachada!

4Esse tipo de fechamento de fachada tem várias nomenclaturas: cortina de vidro, envidraçamento de sacadas, kit sacada, e por aí vai.

Nomes à parte, o sistema é muito versátil e cada vez mais pessoas utilizam a solução para fechar suas varandas ou  mesmo espaços de lazer em casa. Além de prática, a cortina de vidro é de fácil manuseio e existem soluções com abertura e fechamento automático (nova no mercado).

envidracamento-de-sacadas-13

cortina-de-vidro-vidracaria-339282961071378

Por ser um sistema que corre em dois trilhos (superior e inferior) ele permite que 98% do vão fique livre quando aberto, proporcionando aberturas que nenhuma outra solução consegue.

Modelos_de_envidracamento_de_sacadas_4 envidracamento-de-sacada

E quando fechado, o sistema interfere pouco na fachada. Por isso muitos condomínios aceitam essa solução mas não aceitam outros tipos de fechamento, que descaracterizam a arquitetura.

01497_02

Outra vantagem muito importante desse sistema é poder utilizá-lo em fachadas curvas e recortadas, coisa que outros sistemas não permitem. Com ele você consegue uma boa vedação mesmo com curvaturas.

Fechamento_ou_envidracamento_de_sacadasfechamento-de-varanda-vila-velha-entrega-em-28_a32eb90f_3

Além da variedade de vidros (incolor, extra clear, verde, fumê, com proteção solar…), há também uma variedade de cores para os alumínios do conjunto. Abaixo estão as cores padrão do sistema, mas também é possível anodizar em outras cores inclusive imitando madeira.

cores
Preto                Branco         Bronze 1001           Fosco          Bronze 1003        Natural

 Abaixo alguns exemplos do uso do sistema em casas, na área de lazer. Na foto da esquerda o acabamento do alumínio é o branco e no da direita o acabamento é marrom para combinar com a madeira. Nesses casos o ideal é tentar embutir ao máximo o trilho de baixo para não virar um obstáculo.

Cortinas-de-Vidro-3c3-seeglas-techos

A espessura do vidro sempre está relacionada com a dimensão dele, e nesse caso também tem relação com a força que o vento vai exercer nele, mas o vidro deve ser temperado com no mínimo 8mm de espessura. Ele não precisa ser laminado (conforme normas) porque em sacadas ele fica atrás ou em cima do guarda corpo existente (que é laminado), mas seria bom que fosse evitando acidentes em caso de quebra.

envidracamento-de-sacadas-11

Desde janeiro do ano passado (2014) já está em vigor a norma que baliza as cortinas de vidro em relação a resistência ao manuseio, suportar as pressões de vento, uso obrigatório de vidros de segurança (laminado ou temperado), enfim tudo o que diz respeito à segurança e ao desempenho. E com isso foi possível notar que muitos fabricantes conseguiram melhorar seus produtos e até a tecnologia de seus fechamentos, inclusive automatizando o sistema.

Comfort-Space-System-Envidracamento-de-Sacada

Mas é importante sempre buscar soluções de empresas idôneas, e que garantam tanto o sistema como a instalação do mesmo. Sei que há muitas empresas no mercado, então uma dica é pedir indicação para algum vizinho ou amigo que colocou e está satisfeito.

Espero ter tirado algumas dúvidas, até a próxima.

 

{ Janelas para a alma … }

 

Olha quantas janelas para a alma da arquitetura desse projeto!

janelas para a alma

Este projeto situado em Clerkenwell – Londres, foi batizado de “Windows for the soul” (janelas para a alma) porque a reforma do antigo celeiro recebeu muito vidro nas fachas, teto e piso! O arquiteto manteve muito da antiga estrutura e contrapôs o novo e o antigo, onde paredes de tijolos se misturam com paredes e tetos de vidro.

janelas para a alma

A escada tem em sua volta no andar superior vidro laminado temperado 8mm, preso por botões. Em cima do guarda corpo na parte oposta à descida da escada, foi colocado um vidro que serve como bancada.

O telhado em vidro também é laminado incolor porém tem 12mm, ele é fixo, e junto com os janelões de vidro laminado (de acordo com as normas técnicas) trazem luz e integração em abundância para essa cozinha.

O piso em frente à escada também é em vidro laminado e temperado incolor de 12mm, e permite que toda essa iluminação seja projetada no andar de baixo e aproveitada pela biblioteca.

Na imagem abaixo podemos observar como a escada e o piso de vidro do pavimento superior trazem iluminação natural para a biblioteca.

janelas para a alma

Nas escadas ao invés de um guarda corpo de meia altura, foram utilizados dois painéis de vidro que vão do piso ao teto e fazem a proteção do vão.

janelas para a alma

A biblioteca também tem um piso de vidro por onde a luz da janela passa para iluminar o andar inferior. Nessa situação o vidro também precisa ser laminado de acordo com a NBR, a espessura sempre varia de acordo com a dimensão do vidro.

Oposta à cozinha, a sala de estar manteve a parede antiga mas com muito vidro para aproveitar a iluminação.

janelas para a alma

Abaixo a esquadria em aço escovado contrasta com os tijolos aparentes. A esquadria permite uma grande abertura do vão que integra a sala com o espaço de convívio externo. Nessa esquadria o vidro pode ser temperado que resiste mais que o vidro comum à pancadas acidentais. (Portas de vidro)

janelas para a alma

Os banheiros da casa também se destacam por utilizar muito espelho, com espelhos em paredes opostas que criam a constante repetição do espaço. Até mesmo as paredes do chuveiro são revestidas por espelhos.

janelas para a alma

No banheiro abaixo até mesmo teto é revestido por espelho, como essa residência é para aluguel de temporada, gostei muito da idéia. Pode ser cansativo para o dia-a-dia, mas muito legal para alugar por uma semana!

janelas para a alma janelas para a alma

O quarto abaixo fica ao lado da biblioteca e mostra como o piso de vidro fica sempre perto das janelas para que a luz desse pavimento chegue até o pavimento de baixo. Essa solução além de muito legal, ajuda a difundir luz natural e economiza em luz artificial!

janelas para a alma

Essa casa parece ser uma delícia para aproveitar um temporada em Londres, não acham?

Fotos por One Fine Stay.

{ Os vidros que compõe a arquitetura do Eataly São Paulo }

Os vidros que compõe a arquitetura do Eataly.

Foi inaugurado no dia 19 de Maio em São Paulo – no número 1489 da Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, no Itaim – o Eataly!

Para os fãs da gastronomia italiana, a mistura de shopping e galpão com três pavimentos é um parque de diversões.

os vidros do eataly

Os sócios Bernardo Ouro Preto e Victor Leal (grupo St Marche) alugaram um terreno no Itaim para erguer o prédio de três pavimentos e dois subsolos, onde antes funcionava uma concessionária. O projeto e desenvolvimento da planta foi feito totalmente na Itália pelo arquiteto Carlo Piglione.

Com arquitetura moderna, o shopping gastronômico é uma caixa de vidro sustentada por vigas metálicas vermelhas (que remete ao MASP).

os vidros do EatalyA parte interna da obra se beneficia de luz natural através de uma pele de vidro escalonada na fachada oposta à entrada do shopping (porque não dá pra chamar de loja rss), que se projeta em direção ao átrio onde se encontram as gôndolas do hortifruti, o que reduz a necessidade de uso de iluminação artificial gerando economia de energia elétrica e trazendo bem-estar às pessoas que passeiam por ali.

A iluminação natural também ganhou destaque no restaurante Brace Bar e Griglia, além de privilegiar a vista para a cidade o teto de vidro é retrátil, excelente para as noites estreladas!

Os vidros da cobertura e da pele de vidro são laminados e de proteção solar.

os vidros do Eataly

As fachadas laterais da edificação também receberam aberturas envidraçadas, privilegiando sempre a iluminação natural.

os vidros do EatalyMaquete eletrônica do Eataly

os vidros do Eatalyos vidros do Eataly

O guarda-corpo dos mezaninos são uma composição laminada e temperada de vidro incolor, cada lâmina de vidro com 6mm de espessura, totalizando um vidro de 12mm. A fixação é feita na lateral da laje com bottons e o topo recebe um perfil de aço como acabamento.

os vidros do Eatalyos vidros do EatalyDetalhe do guarda-corpo

Outro espaço que aproveitou a luminosidade natural foi a Birreria (cervejaria artesanal ao lado do Brace), mantendo a linguagem de instalações aparentes, o telhado de vidro é um dos destaques desse espaço.

O vidro deste telhado também é laminado e com proteção solar, já que a exposição é grande e em toda a cervejaria.os vidros do Eataly

O ideal é que telhados de vidro sejam temperados e laminados, mas no mínimo laminados! A espessura varia de projeto para projeto.

Guarda – corpo também sempre precisa ser laminado e a espessura também depende da dimensão das peças de vidro.

Isso tudo está na NBR 7199 – que fala sobre vidros na construção civil.

Se quiser entrar em contato comigo meu e-mail é: allaboutthatglass@gmail.com !